27/09/2019 11:52 am

Consumidor não precisa aguardar prazo de 30 dias para reparo de produto essencial

Vício

Quando um produto apresenta vícios dentro do prazo de garantia, o consumidor deve comunicar ao fabricante, que tem um prazo máximo de 30 dias para realizar os reparos necessários, de acordo com o Art. 18, do Código de Defesa do Consumidor.

Entretanto, segundo o §3º do referido artigo, quando o vício está presente em um produto essencial, aquele que é indispensável para a realização das atividades cotidianas, como fogão e geladeira, o consumidor tem o direito, de forma imediata, à troca, à restituição da quantia paga ou ao abatimento do valor do produto.

A presidente do PROCON Maranhão, Adaltina Queiroga, destaca que não é razoável que o consumidor espere por um prazo de 30 dias pelo reparo de um produto que é indispensável para suas atividades diárias. “Assim que constatado o vício, o fornecedor deve trocar ou devolver imediatamente a quantia paga pelo cliente”, pontuou.

Ao identificar qualquer irregularidade nas relações de consumo, o consumidor pode formalizar uma reclamação por meio do app, site ou em umas das 51 unidades físicas de atendimento.

Contatos

contatos


Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (PROCON/MA)

Telefone:
(98) 3261-5100 / 3261-5121 ou 151

E-mail:
Assessoria de Comunicação:
ascom@procon.ma.gov.br

Localização

localização


Click to open larger map

CNPJ: 23.284.838/0001-50

Av. Marechal Castelo Branco, 848, São Francisco
CEP: 65076-090
São Luís – MA

2015 © SEATI | www.seati.ma.gov.br

CLOSE