13/04/2020 5:22 pm

PROCON/MA monitora preços do gás de cozinha praticados por distribuidoras e revendedores em todo o estado

Notificação 04

O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (Procon/MA) realizou nesta segunda-feira (13), ação preventiva de fiscalização para acompanhar os preços do gás de cozinha praticados por distribuidoras e revendedores na Grande Ilha.

O monitoramento, que envolve todo o estado, é realizado com base nas informações fornecidas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Atualmente, o objetivo é verificar se houve aumento injustificado no gás liquefeito de petróleo (GLP).

“Nesse primeiro momento, estamos realizando uma ação preventiva e de orientação aos fornecedores para que não haja um aumento injustificado no gás de cozinha em decorrência da pandemia do Novo Coronavírus”, explicou a presidente do Procon/MA, Adaltina Queiroga.

Com equipes em campo, a fiscalização realizada nesta segunda-feira (13) visitou alguns dos estabelecimentos que já são regularmente acompanhados pelo órgão.

“Estamos acompanhando a variação de preços via ANP e a partir deles conseguimos ter um panorama dos valores praticados no estado e identificar os casos em que há o aumento sem causa”, explicou Carlos Eduardo Garcia, diretor de Fiscalização do PROCON/MA.

Preços

No último levantamento, realizado entre os dias 29 de março e 04 de abril, o preço médio do gás de cozinha no Maranhão, encontrava-se no valor de R$ 71,74, abaixo da média nacional, que girava em torno de R$ 73,35.

Vale ressaltar que, dentre as capitais, São Luís manteve a média de R$ 69,99, enquanto o valor médio entre as demais foi de R$ 72,92.

“No Maranhão, os valores médios encontrados têm se apresentado estáveis, com pequenas oscilações, desde a declaração de estado de pandemia, realizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS)”, informou Garcia.

Ainda de acordo com o diretor, o consumidor também pode colaborar com o trabalho de fiscalização do órgão.

“As denúncias realizadas através das plataformas digitais do órgão são fundamentais para a elaboração das rotas de fiscalizações”, disse o diretor.

O consumidor que identificar aumentos abusivos ou irregularidades deve formalizar uma denúncia por meio do site www.procon.ma.gov.br ou pelo aplicativo do órgão PROCON MA, disponível para sistemas Android ou IOS.

Contatos

contatos


Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (PROCON/MA)

Telefone:
(98) 3261-5100 / 3261-5121 ou 151

E-mail:
Assessoria de Comunicação:
ascom@procon.ma.gov.br

Localização

localização


CNPJ: 23.284.838/0001-50

Av. Marechal Castelo Branco, 848, São Francisco
CEP: 65076-090
São Luís – MA

2015 © SEATI | www.seati.ma.gov.br